Pornografia Infantil, NÃO

19.11.08


Todos nós nos lembramos do Rui Pedro. Como esquecer? Aquela mesma foto vista vezes e vezes sem conta nos jornais. Aquele olhar desgastado da sua mãe sempre que dá uma nova entrevista à televisão. Sempre que a policia faz mais um e mais outro retrato robot. Sempre que os traços físicos se assemelham ao de um menino exposto num site de pornografia infantil internacional.
Instinto de mãe, diz. Tem a certeza de que é o seu filho.
E nós acreditamos.
Quantos foram aqueles que, tal como eu, quando acabou o Alice comentaram em jeito conformado: “Aposto daqui a uns meses ela aparece em mais um desses sites de pornografia infantil”?
Pois chegou a hora de riscar a palavra “conformado” do nosso léxico. Há cerca de um mês que dois blogs (e blogueiros) da Voz da Galiza lançaram a iniciativa Pornografia Infantil NÃO. E hoje é o dia D.
É o dia em que todos os blogs da Galiza e do mundo devem escrever um post onde denunciem esses criminosos e mencionem todo o tipo de palavra utilizadas nas buscas online de esse tipo de informação: angels, lolitas, boylover, preteens, girllover, childlover, pedoboy, boyboy, fetishboy ou feet boy.
É só a mim a quem apenas por ler “isto” lhe dá nojo?
O objectivo? Entupir os motores de busca com os nossos posts para que no dia de hoje, o dia D, este crime tenha uma barreira a mais. Mas, acima de tudo, para suscitar o debate, propor novas ideias, novas soluções para que no futuro se possa fazer algo em grande pelos Ruis Pedros de todo o mundo.
Participem também e hoje, no dia D, escrevam um post intitulado Pornografia Infantil, NÃO. Porque os blogs não têm de ser só “diários egocêntricos”.

You Might Also Like

2 comentarios

Subscribe